A Investigação Apreciativa no MEJ

Provavelmente você, que está imerso no mundo empreendedor, já se deparou alguma vez com a sensação de terem tirado o seu chão. Isto vem daquele momento de diagnóstico da empresa, avaliando padrões como forças, fraquezas, oportunidades e ameaças, cujo resultado final foi uma série de problemas que precisam ser resolvidos.

E se a gente não precisasse mais resolver nenhum problema?

Imagine que estamos descalços e precisamos descer montanha abaixo por uma trilha de pedras. Temos apenas algumas tábuas de madeira.

Alguém pensaria em utilizar as tábuas para martelar em cada pedra do caminho até que fiquem polidas o suficiente para não machucar os pés na descida?

Pedras no caminho - MEJ

Parece óbvio neste exemplo que uma solução mais razoável é usar o que temos de melhor (escorregar com a tábua, como as crianças fazem com papelão em descidas) para chegarmos no nosso sonho (o final da trilha).

No entanto quando pensamos em uma resolução convencional de problemas, o que é feito é “consertar” cada pedra no caminho, ou quando aplicado um PDCA por exemplo, focando nas pedras mais afiadas, de forma a minimizar a dor de pisar nelas.

Observe que nessa abordagem de resolução de problemas a dor precisa ser sentida, ainda que minimizada. E é aí que entra, em contraponto e para nossa felicidade a Investigação Apreciativa (IA).

Felicidade no MEJ

A IA seria como a abordagem de utilizar a tábua para escorregar morro abaixo, sem sentir nenhuma dor. Portanto, ela nada mais é do que um braço da psicologia positiva (ciência baseada na felicidade) e se fundamenta nas seguintes premissas:

In-ves-ti-gar, v.

  1. Ato de exploração, descoberta.
  2. Fazer perguntas, estar aberto a ver novos potenciais e possibilidades. Sinônimos: descobrir, buscar, explorar sistematicamente, estudar.

A-pre-ci-ar, v.

  1. Valorar, o ato de reconhecer o melhor nas pessoas ou no mundo a nossa volta, afirmando as forças, sucessos e potenciais passados e presentes, perceber essas coisas que dão vida (saúde, vitalidade, excelência) aos sistemas vivos.
  2. Aumentar em valor, p. ex., a economia apreciou em valor. Sinônimos: valor, estima, honra.

 

A Investigação Apreciativa trabalha com sistemas e relações, não com mudanças isoladas e, para isto, apresenta 4 etapas de questionamentos positivos:

1. DESCOBERTA

É o despertar das emoções mais fortes que dão gás ao sistema e às relações. Vem de cada indivíduo e integra ao todo, ou seja, são perguntas que nos fazem entender os porquês da natureza humana. Se agimos de determinada forma, deve haver algum motivo natural e essa é nossa força que vai garantir as próximas etapas da IA.

2. SONHO

Como dizia Mahatma Gandhi, “Não existe caminho para a felicidade. A felicidade é o caminho.”. Se todo ser humano deseja ser feliz e felicidade é um meio e não um fim, por que amarrar nossos sonhos ao executável? Nesta etapa, é explorado o sonho no limite, sem crenças detratoras. É a hora de viver, na mente, corpo e alma, o melhor da felicidade.

3. PROJETO

Na terceira etapa da IA as forças são conectadas aos sonhos para gerar planos de ações que conduzam aos objetivos gerais com o que temos de melhor nas mãos. Aqui fica definido o que precisa ser feito.

4. DESTINO

Por fim, destrincha-se o que precisa ser feito em ações práticas. No destino é desenhado o “como fazer”.

E como se aplica a IA?

Através de perguntas. Diferente dos problemas, que muitas vezes são compartilháveis, as ações positivas são muito particulares. O conceito de felicidade, por exemplo, é particular e depende de uma série de contextos.

Como a IA é uma abordagem que olha para o todo e suas relações, a aplicação dela requer uma atitude de facilitador.

Futuro do MEJ - Psicologia Positiva

O facilitador do processo introduz uma série de questionamentos extremamente positivas que despertem nos facilitados a resposta para eles. E é exatamente o fato de os facilitados co-construírem respostas, que as relações do todo são fortalecidas de forma tão positiva e coesa.

Exemplos de perguntas

Objetivo: gerar bons resultados na empresa júnior, resgatando forças da infância.

  1. Descoberta: Qual foi o momento mais feliz de sua infância? Quem estava com você? Que sentimento dominou esse momento?
  2. Sonho: Se hoje fosse 31 de dezembro, como estaria a sua empresa? O que estão comemorando nesse dia?
  3. Projeto: Como usar sua força descoberta da infância para comemorar esse resultado dia 31 de dezembro? Qual o foco de atuação?
  4. Destino: Como rodar o foco de atuação? Quais ações são necessárias?

As forças podem partir de diversos temas, sejam memórias da infância, softskills, hardskills, etc. O importante é que toda a equipe se sinta imersa de verdade nesse momento, que é o mais importante do processo.

Como o Core usa a IA no MEJ?

Temos um produto, chamado GPS, que é conduzido por todo o Time HardCore mês a mês em nossas empresas juniores. Ele consiste de reuniões de 60 minutos em que as 4 etapas da Investigação Apreciativa são aplicadas para os empresários juniores presentes, de forma que a empresa júnior construa o seu próprio plano de ação.

O papel do Core deixa de ser o de consultor, que fornece a melhor solução, para a de um facilitador, que fornece o melhor questionamento.

Para entender melhor sobre o GPS, clique aqui.

Por que a IA no MEJ?

Os resultados da Investigação Apreciativa no Movimento Empresa Júnior são inquestionáveis. Ao final de cada visita, a equipe da EJ sempre sai com o gás necessário para rodar o plano de ação extremamente assertivo co-criado por ela em alguns minutos. Isto possibilitou um crescimento de mais de 300% em faturamento na nossa rede no primeiro semestre de 2018!

Este slideshow necessita de JavaScript.

Confira aqui alguns depoimentos dos empresários após a aplicação do GPS, cujo NPS esteve sempre na zona de excelência em 2018.

Caso queira conhecer melhor sobre a abordagem, entre em contato conosco, teremos o maior prazer em conversar com você!

E lembre-se:

Atitude positiva é como um músculo, que só precisa de exercício para se tornar forte!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s